Carregando... aguarde!

Grupo Cunha | Extrativa de Argila Taubaté recebe estudantes de Química.

2014-08-03 0Redenção

Alunos do curso técnico em Química, do Colégio Tableau, fizeram uma visita técnica à fábrica para conhecer de perto os métodos de extração e comercialização do mineral Argila.

extrativaA Extrativa de Argila Taubaté é uma das mais antigas empresas do Grupo Cunha. É uma indústria de extração e comercialização do minério argila, tradicional na região do Vale do Paraíba. Apesar de pouco conhecida, foi uma das precursoras da extração deste minério na região, empregando o beneficiamento da argila em escala industrial, para venda a grandes indústrias brasileiras.

O produto comercializado – a Argila Taubaté – é uma terra fuller extraída de mina própria, compacta e pura. Devido suas propriedades clarificantes é amplamente utilizada no setor industrial brasileiro, como alternativa aos procedimentos químicos de branqueamento de óleos: minerais, industriais, gorduras animais e vegetais. Seguindo a padrões elevados de qualidade, a argila passa por procedimentos técnicos de retirada do solo, secagem, trituração, moagem. Em seguida, todo o material produzido é caracterizado no Laboratório de Controle de Qualidade, visando o atendimento às especificações exigidas por cada cliente. Os alunos puderam conferir de perto todo o processo de análise deste produto, bem como toda a instalação da fábrica, sobre a orientação da Química responsável pela empresa, Sra. Iara Aparecida.

Conforme explicação da Iara, a argila beneficiada é ensacada em embalagens de 25 Kg, 40 Kg e big bag de 1 t e pode ser aplicada nos seguintes setores:

– Clarificante de óleos lubrificantes e óleos vegetais;
– Rerrefino de óleos;
– Branqueamento de sebo animal, na produção de sabões, detergentes e cosméticos;
– Aglomerante na produção de fertilizantes;
– Adsorvente de microtoxinas.

ANÁLISES LABORATORIAIS

A argila retirada do solo é moída em moinho de martelo para poder ser comercializada.

Quando a argila chega no Laboratório de Controle de Qualidade, várias análises físico-químicas são realizadas, tais como: umidade (análise gravimétrica), pH (peagâmetro), cor (espectrofotometria), granulometria (operação unitária), etc.

Após a visita, os alunos fizeram um relatório contando a experiência da pratica, tão importante na formação dos jovens químicos.


Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios *.

Este site foi desenvolvido por